Secretaria de Saúde

SEMSA

A Secretaria de Saúde de Vila Velha planeja e executa a política de saúde municipal, responsabilizando-se pela gestão e regulamentação dos serviços próprios e conveniados. Monitora doenças e agravos e realiza a Vigilância Sanitária sobre produtos e serviços de interesse da saúde pública. A SEMSA coordena também um conjunto de áreas técnicas de políticas públicas que abrangem os segmentos: Criança e Adolescente, Idosos, Medicamentos, Saúde Bucal, Saúde Mental, Saúde da Mulher, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/AIDS), Vigilância Epidemiológica, Vigilância Ambiental, Centro de Controle de Zoonoses e Combate à Dengue. É responsável pelo gerenciamento e manutenção de 17 Unidades de Saúde e dos Prontos Atendimentos da Glória e de Cobilândia, bem como do Centro Municipal de Atenção Secundária (Cemas) e do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS/AD. Todas estas áreas estão ligadas a um mesmo eixo: o da humanização, tratada como principal política pública.


Endereço: Rua Castelo Branco, n° 1803, Centro. CEP 29100-041
Telefone: +55 27 3388-4174



SECRETÁRIO DE SAÚDE Jarbas Ribeiro de Assis Junior
Telefone: +55 27 3388-4174 // E-mail: jarbas.junior@vilavelha.es.gov.br
  • Ana Paula Gomes Martins
    SUBSECRETÁRIA ADMINISTRATIVA
    +55 27 3388-4334
    apgmartins@vilavelha.es.gov.br
  • Gleide Mara Marinho Caroni
    SUBSECRETÁRIA DE ATENÇÃO ESPECIALIZADA
    +55 27 3149-3506
    gleide.caroni@vilavelha.es.gov.br
  • Marcia Cruz Pereira Andriolo
    ASSESSORA ESPECIAL
    +55 27 3388-4174
    marcia.andriolo@vilavelha.es.gov.br
  • Suely Rodrigues Rangel
    SUBSECRETÁRIA DE ATENÇÃO BÁSICA
    +55 27 3388-4142
    suely.rangel@vilavelha.es.gov.br

Coordenação da Saúde do Idoso

A rede oferece serviços voltados para as pessoas idosas com especialistas como geriatras. O atendimento começa nas unidades de saúde e os casos mais graves são encaminhados para o Centro Municipal de Atenção Secundária – Cemas Mais Saúde.

Um dos trabalhos é a prevenção de quedas em pessoas idosas, que está associada à dificuldade de visão, audição, uso inadequado de medicamentos, dificuldade de equilíbrio, perda progressiva de força dos membros inferiores, osteoporose, entre outras situações clínicas que culminam em uma maior probabilidade de quedas entre os idosos. Também são realizados trabalhos em grupos, prestada assistência psicológica, visitas domiciliares.

Serviço

Atendimento na Atenção Primária: em todas as Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS). Marcação, de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas.