Secretaria de Assistência Social

SEMAS

Administrar uma cidade é acima de tudo cuidar de sua gente, não apenas acolher os menos favorecidos, mas também abrir caminhos para a reinserção do indivíduo na sociedade. Por isso, Vila Velha implantou uma política de assistência que cria oportunidades. A missão da Secretaria Municipal de Assistência Social é coordenar, formular, executar e supervisionar programas, projetos, benefícios e serviços socioassistenciais previstos na Política Nacional de Assistência Social (PNAS), estruturando o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no âmbito do Município. Vila Velha caminha na frente para disponibilizar serviços e benefícios operados pela política de assistência social – direito de todo o cidadão. Assim, as diversas ações e iniciativas de atendimento à população carente passam a operar sob a estrutura de uma política pública de Estado, se firmando como importante instrumento de redução de pobreza e desigualdade social.


Endereço: Rua Henrique Laranja, nº 397, Centro. CEP: 29400-903
Telefone: +55 27 3388-4231



SECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL Ana Cláudia Pereira Simões Lima
Telefone: +55 27 3388-4231 // E-mail: acslima@vilavelha.es.gov.br
  • Irisângela Gambardela Teixeira
    SUBSECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
    +55 27 3388-4165
    irisangela.teixeira@vilavelha.es.gov.br
  • Maria Simone Rosa
    SUBSECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
    +55 27 3388-4165
    maria.simone@vilavelha.es.gov.br

Proteção Social Básica

 

A Proteção Social Básica tem como objetivo a prevenção de situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Destina-se à população que vive em situação de fragilidade decorrente da pobreza, ausência de renda, acesso precário ou nulo aos serviços públicos, bem como fragilização de vínculos afetivos (discriminações etárias, étnicas, de gênero ou por deficiências, dentre outras).
 
Essa proteção prevê o desenvolvimento de serviços, programas e projetos voltados a acolhida, convivência e socialização de famílias e indivíduos, conforme identificação da situação de vulnerabilidade apresentada. Esses serviços e programas deverão incluir as famílias e seus membros conforme o ciclo de vida. Está  organizados em rede, de modo a inseri-las nas diversas ações ofertadas. Os Benefícios Eventuais e os Benefícios de Transferência de Renda: Benefícios de Prestação Continuada (BPC) e o Programa Bolsa Família  compõem a Proteção Social Básica, dada a natureza de sua realização.
 
A Proteção Social Básica atua por intermédio de diferentes unidades. Entre elas, destacam-se os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e a rede de serviços socioeducativos direcionados para grupos específicos, como crianças, adolescentes, jovens e idosos.

 

Centro de Referência de Assistência Social (Cras)

Serviços de convivência

Coordenação de segurança alimentar e nutricional