Grupo que debate o Plano de Gestão Integrada da Orla faz diagnóstico das praias


De: Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade
Texto: Peggy Maressa| Foto: Beatriz Vellasco
Criado: 09 de fevereiro de 2020

Cerca de 50 pessoas que estão debatendo o Plano de Gestão Integrada da Orla Marítima visitaram as praias do município na última quinta-feira (6). A intenção foi auxiliar no diagnóstico ambiental e compor as diretrizes do planejamento.

O grupo, inclusive, participa de oficina sobre o tema na sede da Universidade Aberta do Brasil, na Prainha. “Estamos trabalhando o diagnóstico ambiental da orla. Durante toda a semana, discutimos problemas, os potenciais, as ações e estratégias para solucionar estes itens, tudo definido pela a população. Após isso, vamos consolidar as informações e formar o diagnóstico”, afirmou o arquiteto urbanista e mestre em Gestão Pública, Enio Ricardo Gomes Junior, da empresa Orla Brasil Planejamento e Gestão de Orlas.

Além da construção do plano, um dos objetivos finais do evento é criação de um comitê gestor municipal para acompanhar, monitorar e fiscalizar as ações delineadas no documento. A previsão é de que, até o final do primeiro semestre do ano, o Plano de Gestão Integrada seja concluído com a normatização acerca da ocupação, utilização e ordenamento das praias após sistematização de todo o material construído durante as oficinas. 

Para a secretária municipal de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade (Semdu), Caroline Jabour de França, o mais “importante desse plano é que ele está sendo construído de forma democrática, com a participação efetiva da população de Vila Velha”.

O presidente da Associação de Moradores da Praia da Costa, Eduardo Antunes, também participa das oficinas e classificou a programação como uma ótima oportunidade. “Acredito que o plano de gestão será realmente proveitoso para a gestão da orla”, disse.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO