Crianças e idosos formam orquestra de cordas na Barra do Jucu


De: Secretaria de Cultura
Texto: Luiz Brumana| Foto: Divulgação
Criado: 02 de setembro de 2019

Imagine uma orquestra de cordas com instrumentos feitos de materiais reciclados. Esse é o projeto Bando Lins, composto por crianças e idosos moradores da Barra do Jucu e que tem como maestro Cris Andaluz.

Com ampla experiência na utilização da música como forma de melhorar a qualidade de vida, o maestro viajou por todo o Brasil tocando instrumentos de cordas em asilos e creches públicas, levando a cultura para as entidades carentes. Aprendeu a profissão de luthier (pessoa que concerta todos os tipos de instrumentos de cordas) e fábrica instrumentos como violão, violoncelo, entre outros, com material reciclado, como papelão e latinhas.
 
“O projeto funciona há muito tempo. Fizemos uma participação no interior do Rio com a apresentação Viola, folia e amor e recentemente estivemos em Cachoeiro de Itapemirim com o tema Sábia Teimoso, onde estudamos a obra de Sergio Sampaio”, explicou o maestro.

E adianta os próximos passos. “Agora, com o convite de amigos, estamos estudando a obra do maestro Jaceguay Lins e fazendo uma homenagem a ele com o nome da orquestra experimental de cordas Bando Lins”.
 
A ação é promovida pelo Museu Vivo da Barra, em parceria com a comunidade e a Secretária Municipal de Cultura – SEMCULT.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO