Aberta Consulta Pública sobre carreira e produtividade de fiscais


De: Secretaria de Administração
Texto: Luiz Brumana| Foto: Felix Falcão
Criado: 05 de julho de 2019

Uma reunião de trabalho em prol de uma construção coletiva. Assim pode ser definido o encontro ocorrido, nesta quinta-feira (04), entre a administração municipal e agentes de fiscalização, auditores e analistas municipais.

Na pauta: plano de carreira para as categorias e o fim da produtividade a partir de multas, taxas, autos de infração, além de determinar como critério o desempenho pessoal e coletivo. A proposta entra em Consulta Pública a partir desta sexta-feira (05).

O encontro ocorreu no auditório da faculdade Novo Milênio, ao lado da sede da Prefeitura Municipal, e durou das 9 horas às 17 horas. Todos tiveram direito à fala e as sugestões foram colhidas após a apresentação da proposta utilizada como base, elaborada com apoio do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam).

O prefeito Max Filho participou da abertura do encontro e ressaltou que aquele representava “um salto na qualidade da política de remuneração de fiscais e demais servidores”, afastando rótulos que “tentam colar em uma das carreiras mais tradicionais do estado”.

“É necessário que as leis municipais nos ajudem a preservar esse jardim que Deus nos deu, que é Vila Velha, em termos de postura, regras sanitárias e de meio ambiente. Cada uma das funções com seus papeis indispensáveis. É importante valorizar as carreiras e profissionalizar o serviço público”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Administração, Rafael Gumiero, explicou que a proposta se desenvolveu em três etapas: o diagnóstico, a apresentação e a consulta pública. “Tenho clareza que o produto final será muito melhor para a cidade de Vila Velha e para as carreiras aqui reunidas”, explicou. No final do encontro, pontuou: “Demos o pontapé inicial. A construção agora é coletiva”.

Quem também compôs a mesa de abertura foi o vice-prefeito, Jorge Carreta, representantes das associações de classe e o vereador Bruno Lorenzutti, que é servidor de carreira do poder Executivo na área de fiscalização. “Vamos elaborar uma proposta de consenso e votar com os vereadores”, estimou.

Entre as mudanças que compõem a proposta, estão: a obrigatoriedade de formação superior para ao futuros ingressantes na carreira de fiscalização, tabela de pontuação para promoção e progressão nas carreiras, entre outras.

A partir desta sexta-feira (05), a proposta será submetido à Consulta Pública, por um prazo de 20 dias, para colher sugestões da população. Para acessar clique AQUI.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO