O Boa Vista se classifica para a final da Copa Vila Velha de Futebol


De: Secretaria de Esporte e Lazer
Texto: Vandique Magalhães| Foto: Felix Falcão
Criado: 14 de junho de 2019

O Boa Vista vai disputar a finalista da Copa Vila Velha de Futebol. O jogo decisivo será contra o Agulha Negra, no próximo domingo (16), às 9 horas, no Estádio Gil Bernardes da Silveira (campo do Tupy), em Itapuã. Na noite desta quinta-feira (13), mesmo empatando por 3 a 3, o Boa Vista conseguiu a classificação, já que no jogo de ida, venceu o Hala Madrid por 3 gols a 1.

A disputa entre o Boa Vista e o Hala Madrid foi tensa, com ataques e contra-ataques. Um verdade compasso de um pra lá e um pra cá. Aos 15 minutos iniciais, o meia atacante Thalhyson abriu o marcador para o Hala Madrid depois de bater uma falta da intermediária. Dez minutos depois, o lateral Matheus, do Boa Vista, deixou o jogo tudo igual.

No segundo tempo, o centroavante Pedro Lucas colocou o Boa Vista na frente com um gol de pênalti. Logo em seguida, o meia Willians do Hala Madri, também de pênalti, empatou a partida. O lá e cá continuou com outro gol do Boa Vista marcado pelo meia Paulo Roberto e mais um gol do Hala Madrid feito por Eliomar. O jogo terminou empatado por 3 a 3.

Estímulo

Após acompanhar o jogo da arquibancada, o ex-governador Max Mauro elogiou a iniciativa da organização do campeonato. “O futebol amador em Vila Velha precisava desse estímulo. Os clubes se reúnem articulados e prestigiados pela municipalidade para que o futebol cresça, melhore tecnicamente e, futuramente, possa até disputar torneios intermunicipais”, opinou.

O técnico do Boa Vista, Afonso dos Santos Silva, resumiu a estratégia do time: “Fizemos o resultado em casa e aqui dificultamos pra eles. Empatamos fora e ganhamos em casa”. E acrescentou: “E nós vamos levar esse título, ninguém vai tirar de nós não”.

O atacante Pedro Lucas, autor de um dos gols do Boa Vista, avaliou o desempenho da equipe: “A gente não jogou tão bem hoje, mas saímos com um resultado favorável. Agora é pensar na final. E, se Deus quiser, a gente vai ser campeão”.

Já o técnico Richard, do Hala Madrid, lamentou o resultado do jogo. “Nosso time jogou um bom futebol. Mas, infelizmente, a gente teve que correr atrás de um placar desfavorável. E tomamos gols bobos”, desabafou.

“Tentamos manter o ritmo, mas infelizmente o nosso time cansou. Mas não desistimos de lutar”, avaliou o atacante Thalhyson do Hala Madrid.

O secretário de Esporte e Lazer, Luiz Felipe Faria de Azevedo, e o subsecretário Edmar de Azevedo Nunes também acompanharam o último jogo da semifinal.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO