Obra inovadora: Nova escola em Barramares receberá alunos no 2º semestre


De: Secretaria de Educação, Secretaria de OBRAS
Texto: Priscila Contarini| Foto: Felix Falcão
Criado: 18 de abril de 2019

Apenas um mês após o lançamento da pedra fundamental para a construção da nova Unidade Municipal de Ensino Fundamental (Umef) de Barramares, realizada no dia 16 de março, as paredes da nova escola começam a serem erguidas e a previsão é de que a unidade já receba novos alunos no segundo semestre deste ano.
 
Isso só será possível pois para a realização da obra, a Prefeitura de Vila Velha, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e de Obras (Semob), faz uso de um método construtivo diferenciado. A nova unidade será edificada com concreto PVC, método construtivo seguro, 50% mais econômico e muito mais rápido. As equipes trabalham também durante à noite para agilizar o processo. Leia mais após a foto. 


 
“A previsão é de que no segundo semestre os alunos já estejam estudando na nova Umef. Temos uma demanda crescente na Educação do município e precisamos de agilidade para atender à população. Os dois últimos governos não construíram uma escola sequer e hoje temos esse passivo”, afirmou o secretário municipal de Educação, Roberto Beling. Siga lendo após a imagem.



O secretário explicou ainda que nas duas gestões anteriores os espaços das escolas onde funcionavam laboratórios, salas de dança, bibliotecas, salas de Educação Especial, entre outros, foram transformados em salas de aula. “Estamos trabalhando de forma incansável para reverter esta situação e oportunizar a criação de novas vagas na Educação de Vila Velha”, explicou Beling.

400 vagas

A Umef de Barramares contará com oito salas de aula e atenderá a alunos do 1º ao 5º ano. A edificação de um pavimento contará com pátio coberto, parquinho, reservatório e terá capacidade para atender 400 alunos em dois turnos (matutino e vespertino).

O método construtivo fazendo uso do concreto PVC oportuniza uma alta produtividade pela característica do material mais leve, fazendo uso de até 72% menos água e energia em seus processos, em relação as obras convencionais. A economia para a realização da obra alcança 20%, sendo esta realizada em curto prazo.




SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO