Defesa civil faz vistoria preventiva em áreas de risco


De: Secretaria de Defesa Social e trânsito
Texto: Vandique Magalhães| Foto: Felix Falcão
Criado: 16 de abril de 2019

A Prefeitura de Vila Velha realizou na manhã desta terça-feira (16) um vistoria preventiva no Morro de Boa Vista, uma das 17 áreas de risco do município. Durante a avaliação feita por técnicos da Defesa Civil, nenhum risco iminente foi observado.

Nesta quarta-feira (17), o prefeito Max Filho também vai acompanhar o andamento dos trabalhos. No local, 10 operários de uma empresa contratada pela Prefeitura de Vila Velha iniciaram a remoção de 7.500 toneladas de entulhos das 14 casas demolidas por causa do risco a que estavam submetidas. O trabalho deve ser concluído no mês de junho. Como o local é de difícil acesso e não há como utilizar máquinas, tudo é feito de forma manual.

A Prefeitura de Vila Velha já efetuou o pagamento de indenização aos proprietários de 17 imóveis atingidos pelo deslizamento de pedras, uma delas com três mil toneladas, do Morro da Boa Vista, em São Torquato, em 1º de janeiro de 2016. Na ocasião, muitas famílias tiveram que deixar suas casas.

O município também já fez a contratação de uma empresa especializada para fazer o mapeamento geológico de todas as áreas de risco da cidade e propor as intervenções necessárias.

O secretário de Defesa Social e Trânsito, coronel Oberacy Emmerich Júnior disse que vai intensificar as vistorias preventivas nas áreas de encosta: “Embora não haja risco iminente, a Defesa Civil tem que se antecipar ao problema para mitigar os riscos. Também vamos começar a criar os Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudec) em cada área”.

O Morro de Jaburuna (Jardim Petrópolis) será o próximo local a ser visitado pela Defesa Civil.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO