Ministro e prefeito inauguram Cais de Atalaia


De: Secretaria de Gabinete
Texto: Gilberto Medeiros| Foto: Felix Falcão
Criado: 26 de dezembro de 2018

“O que nós estamos fazendo aqui é aumentar a eficiência e dar uma contribuição à redução do famigerado custo-Brasil”, disse o prefeito Max Filho, na manhã desta quarta-feira (26), durante a inauguração do novo Cais de Atalaia, em Vila Velha. Max participou, ao lado do ministro chefe da Secretaria de Governo, Carlos Eduardo Xavier Marun e do presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luís Cláudio Montenegro, da inauguração de obras e implantação de serviços no complexo portuário de Vitória e Vila Velha.
 
As obras do Cais de Atalaia somam R$ 180 milhões e o custo total do pacote chega a R$ 500 milhões, o que inclui a nova portaria do Porto de Capuaba, em Vila Velha (a primeira totalmente informatizada de todos os portos públicos do Brasil, programada para acabar com as filas de caminhões). Com a conclusão das obras de dragagem e derrocagem da Baía de Vitória, o governo federal preparou a nova norma que autoriza o acesso de navios com maior capacidade de carga, incluindo do tipo Panamax. A permissão também foi anunciada nesta segunda.
 
“O novo sistema de monitoramento é importante também para os pescadores que se lançam ao mar e terão mais segurança. A modernização do porto aperfeiçoa o sistema de controle, combatendo a insegurança e a criminalidade. Os portos de Vitória e de Vila Velha saem na frente nesse quesito”, comemorou o prefeito.
 
O ministro Marun disse viver “um momento especial” com a entrega das obras e serviços no complexo portuário de Vitória e Vila Velha. “Prefeito Max Filho, meu colega como deputado federal. As entregas de hoje transformam o Porto de Vitória no mais moderno do Brasil e permite elevar a capacidade do porto em 30%, 40%”, destacou.

"Estamos realizando uma entrega tecnica das ações componentes do desafio Chave de Ouro, do Governo Federal. Todos esses investimentos são provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

As inaugurações acontecerão no primeiro trimestre de 2019 com a atracação da primeira embarcação", garantiu o presidente da Codesa.
 
O berço do novo Cais de Atalaia tem 270 metros de extensão, retroárea com 19 mil metros quadrados e, segundo o presidente da Codesa, Luís Cláudio Montenegro, custou R$ 180 milhões.




SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO