Vila Velha é primeira cidade do Brasil a oferecer o serviço de bikes adaptadas

De: Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade
Texto: Priscila Contarini | Foto: Pedro Lodi
Criado: 01 de outubro de 2018
“As bikes são maravilhosas e é muito importante mais esse passo para inclusão de todos no esporte e lazer”, comentou Adriana Mascarenhas, deficiente visual, durante o evento desse domingo (30), na Praia de Itaparica. Na ocasião, Adriana recebeu uma placa comemorativa da atual administração municipal pela sua iniciativa.
 
A Praça do Ciclista foi palco de mais um importante passo do projeto Bike VV. O prefeito de Vila Velha, Max Filho, anunciou a chegada de mais 20 bicicletas, mas dessa vez são bikes adaptadas para atender às pessoas com deficiência visual e mobilidade reduzida. Lideranças e representantes de entidades de inclusão social prestigiaram o evento.
 
Três modelos de bicicletas adaptadas foram disponibilizados com objetivo de tornar o sistema ainda mais acessível. Agora compõem o sistema os modelos triciclos para duas e três pessoas e a bike tandem (bicicleta dupla para pessoas de baixa visão).
 
“Vila Velha é uma cidade bonita e gostosa de morar, viver, visitar e temos aqui alguns dos principais e mais visitados monumentos turísticos do Brasil”, comentou Max Filho. “A visão da alma é algo que transcende a percepção física de nossos olhos e estamos hoje inaugurando este sistema de inclusão que foi feito para vocês que também têm esta deficiência visual e mobilidade reduzida. É o primeiro passo e que novos passos sejam dados pela inclusão, pela solidariedade, por uma vida mais fraterna e mais feliz para todos os vilavelhenses”.
 
“Há um planejamento, estudos sendo feitos para colocar novas estações e novas bicicletas em outros pontos ainda este ano”, comentou o secretário Municipal de Administração, Rafael Gumiero.

“É uma nova fase e é importante frisar que Via Velha inaugura o primeiro projeto no Brasil de bicicleta compartilhada que traz este tipo de solução”, comentou o CCO da tembici, empresa responsável pelo gerenciamento do sistema, Maurício Villar.
 
“É uma satisfação imensa ver esta preocupação da Prefeitura em atender o nosso pedido. Agora podemos trazer os amigos para pedalar no ‘nosso quintal’, comentou Anayde Lins Leal, deficiente visual.
 
 
Estações
Com 20 estações localizadas em nove bairros, o Bike VV conta com um total de 200 bicicletas disponíveis. O sistema é gerenciado pela empresa concessionária Tembici. e não gera tipo nenhum de custo para a Prefeitura de Vila Velha, que coordenou todos os estudos para a implantação do projeto por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade (Semdu) com o apoio do Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) e da Samp.
 
Funcionamento 
 
Os modelos triciclos para duas e três pessoas e a bike tandem (bicicleta dupla para pessoas de baixa visão) serão disponibilizados, inicialmente, para operação na Praça do Ciclista, em Itaparica (estação 7). O sistema piloto funcionará aos domingos e feriados, das 8h às 15h (horário da interdição da rua).
 
Cobrança

Inicialmente, pelo período de experiência, o valor da cobrança será o mesmo já praticado no Bike VV. O usuário precisa ser cadastrado no sistema e portar o cartão do usuário. A forma de pagamento será via cartão de crédito.


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO