Prefeitura inicia combate à proliferação de roedores na orla

De: Secretaria de Meio Ambiente
Texto: Rovena Cruz | Foto: Divulgação.
Criado: 08 de outubro de 2018
A Prefeitura de Vila Velha dará início a uma série de ações visando conscientizar os moradores e comerciantes das praias da Costa, Itapuã e Itaparica quanto ao erro de acomodar restos de alimentos em locais impróprios. O problema tem contribuído para a proliferação de diversos animais nocivos à saúde humana, principalmente de ratos, ao longo da orla.
 
Em reunião realizada no último dia 4, na sede da Prefeitura, com a participação de representantes do executivo municipal e de entidades da sociedade civil, o secretário Municipal de Meio Ambiente, José Vicente de Sá Pimentel, destacou que a Lei Federal nº 13.240/2015 dá aos municípios a possibilidade da gestão das praias e isso abre uma oportunidade importante para Vila Velha. “Para manter as praias da cidade limpas, a Prefeitura está dialogando com setores da sociedade que podem contribuir nesta tarefa, cuja execução envolve várias secretarias”.
 
O secretário ainda destaca a importância da participação também de representantes de setores da sociedade, como o empresariado - sobretudo os donos de bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais da orla. “É igualmente importante o envolvimento dos próprios moradores do local para, com a Prefeitura, cuidar desse problema e garantir a limpeza e beleza das nossas praias”, comenta Pimentel.
 
Recentemente, a Prefeitura fez tentativas de controle dos ratos com a utilização de veneno, porém, os restos de alimentos que os moradores e comerciantes da orla descartam em seu lixo faz com que os ratos não se interessem pelas iscas.
 
Pimentel afirma que é preciso uma estratégica de conscientização da população local quanto à necessidade de não se descartar no lixo doméstico e comercial restos de alimentos e outros resíduos que atraem os roedores.
 
A Lei 5406/2013 determina que os estabelecimentos e condomínios disponham de caixas, cestos e posicionamento de caixas estacionárias para que não depositem sacos de lixos com restos de comida na rua, sobretudo à noite, período em que, normalmente, os ratos saem de suas tocas.
 
Reunião
 
Na reunião de quinta-feira, participaram representantes das secretarias municipais de Governo, Serviços Urbanos, Saúde, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e da Ouvidoria Municipal. Por parte da sociedade civil, estiveram presentes no encontro representantes da Associação dos Empresários de Vila Velha (Asevila), do Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares), do Movimento Vida Nova Vila Velha (Movive), da Associação Vilavelhense de Proteção Ambiental (Avidepa) e da Associação de Moradores da Praia da Costa.
 

SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO