Aprovada a criação de fundo de investimento para o Polo Empresarial

De: Secretaria de Desenvolvimento Econômico
Texto: Érico Miranda| Foto: Felix Falcão
Criado: 09 de agosto de 2018
A Câmara Municipal de Vila Velha aprovou, em regime de urgência durante a sessão realizada no dia 1º de agosto, o Projeto de Lei nº 2.667/2018 de autoria do prefeito Max Filho. A matéria institui o Fundo Municipal de Recursos Originários das Concessões de Direito Real de Uso de Áreas de Desenvolvimento Empresarial e também implementa o Conselho Gestor Municipal e agora segue para sanção do prefeito.

O objetivo principal do projeto é fazer com que o fundo receba valores pagos pelas empresas instaladas no Polo Empresarial de Novo México, que serão destinados à promoção de melhorias de infraestrutura na região e, por consequência, do desenvolvimento econômico e social do município por meio da geração de emprego e renda.

“Precisamos recuperar os investimentos que deixaram de ser feitos no Polo Empresarial de Novo México há dez anos. A Prefeitura de Vila Velha trabalhará em conjunto com a iniciativa privada para a promoção de melhorias estruturais no local, que é de vital importância para a geração de emprego e renda no município”, afirmou o prefeito.

Farão parte do Conselho Gestor Municipal quatro representantes da Prefeitura de Vila Velha (das secretarias de Governo e Coordenação Institucional; de Desenvolvimento Econômico; de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade; e de Obras); e cinco da sociedade civil (do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado do Espírito Santo; do Conselho Comunitário de Vila Velha; e das associações de Moradores de Novo México, de Empresários do bairro e dos Empresários de Vila Velha).

O Polo Empresarial de Novo México (que pertence à administração municipal) atualmente conta com 14 empresas que movimentam, mensamente, aproximadamente, R$ 3 milhões e empregam diretamente 280 pessoas. Há a previsão de investimentos da ordem de R$ 700 mil em obras de infraestrutura na área e no entorno.

“Estimamos que, com a aprovação do fundo, o Polo Empresarial de Novo México terá 600 postos de trabalho e movimentará mais de R$ 6 milhões. As receitas de Vila Velha serão ampliadas, a economia do município ficará mais desenvolvida e haverá uma melhora na infraestrutura do bairro. Possivelmente, teremos dez novas empresas na região”, afirmou o presidente da Associação do Polo Empresarial de Novo México (APENM), Albano Trigo Lopes.

SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO