Ações de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

De: Secretaria de Assistência Social
Texto: Rovena Cruz| Foto: Divulgação
Criado: 18 de maio de 2018
Na manhã desta sexta-feira (18), a Associação de Apoio e Orientação à Criança e ao Adolescente (AAOCA) promoveu ações para a prevenção e orientação alusivas ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
 
O evento foi na sede da Associação, no bairro Vale Encantado, e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). O objetivo é mobilizar e alertar a população sobre os crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.
 
Os alunos do quarto ano da UMEF Juiz Jairo de Mattos Pereira fizeram uma apresentação teatral com o tema “Violência Sexual Infantil”. A psicóloga Maria do Socorro Lira Marques apresentou uma palestra sobre o tema.
 
Na ocasião duas oficinas, a de contação de histórias para crianças até dez anos e artesanato para pré-adolescentes, envolveram os participantes. A pedagoga Hdydy Fortuna, disse que o diálogo é a melhor forma de combater os abusos. "Orientamos os alunos a falarem com a coordenação, com os professores, com a família caso percebam qualquer ato deste tipo".    
 
No 1º quadrimestre de 2018 a Semas, por meio dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), acompanharam 76 famílias cuja violação de direitos está relacionada ao abuso sexual praticado contra crianças e adolescentes de 0 a 17 anos. Não constam registros de casos de exploração sexual contra em 2017 e 2018. 
 
Para a secretária da Semas, Ana Cláudia Simões, a melhor maneira de combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção. “É necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral, e dos profissionais das áreas de educação”, disse.
 
Como denunciar 
 
As denúncias podem ser feitas nos CREAS, nos Conselhos Tutelares ou por meio do Disque 100.

SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO