Festa democrática: diretores escolares eleitos tomam posse

De: Secretaria de Educação
Texto: Priscila Contarini| Foto: Claudiano Gomes
Criado: 04 de janeiro de 2018

Alegria e emoção deram o tom da cerimônia de posse dos 97 diretores escolares eleitos de forma direta para gestão das unidades de ensino no município (triênio 2018-2020). O evento foi realizado na noite dessa quarta-feira (03), no Teatro Municipal de Vila Velha, e contou com a presença de familiares dos diretores, autoridades municipais e servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A cerimônia contou com a apresentações musicais de uma das alunas finalistas do 4º Festival de Música nas Escolas Municipais, além da banda dos Regentes do Município de Vila Velha, dança hip-hop e a exibição de um vídeo sobre os investimentos na área de educação durante o ano.

Fortalecimento da educação
 
Em sua fala na abertura, o prefeito Max Filho destacou a importância da eleição. “É o resgate de um compromisso assumido com a população e representa uma construção coletiva, não apenas de quem votou, de quem concorreu, mas, também, de todos os envolvidos no processo como a Câmara, o Conselho Municipal de Educação, a Comissão Eleitoral e toda a comunidade escolar”.

O prefeito salientou que Vila Velha dá um passo importante no resgate e consolidação de uma gestão democrática e de qualidade. “Estamos blindando a sala de aula para que ela seja um local de acolhimento e aprendizado e o município possa retomar os bons indicadores na Prova Brasil, no Ideb, enfim, brilhar na área da educação”.

O secretário Municipal de Educação, Roberto Beling, comentou que o processo eleitoral foi transparente e significativo para a educação de Vila Velha. “Encaminhamos o Projeto de Lei para Câmara, depois foi criada uma resolução formulada pelo Conselho Municipal de Educação para, em setembro, lançarmos o calendário da eleição”. Participaram da votação alunos, funcionários, servidores, estagiários e terceirizados. Foram computados mais de 50 mil votos.

Beling considerou que as eleições significam o reencontro de Vila Velha com a sua própria história. “O município teve sua primeira eleição direta nos anos 80, formulada pela professora Ana Maria Bernardes e Laurita Schneider. Agora, retomada por essa gestão, fortalece a escola, valoriza os servidores e estreita laços com a comunidade escolar”.

Agradecimento

Representando todos os eleitos, Cleudione Guimarães França Sasso, da UMEF Alger Ribeiro Bossois, em Cidade da Barra, agradeceu aos envolvidos no processo. “Para acontecer, a gestão democrática precisa de pessoas engajadas e comprometidas com a educação, o único caminho para se construir um mundo melhor e mais justo. Parabenizo a todos pela conquista”.

 


SERVIÇOS PARA


ACESSO RÁPIDO