Defesa Civil dá dicas preventivas em caso de chuvas intensas

De: Secretaria de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito
Texto: Vandique Magalhães| Foto: Claudiano Gomes
Criado: 05 de dezembro de 2017

Com a previsão de chuvas no município para os próximos dias, a Defesa Civil de Vila Velha orienta a população sobre as medidas preventivas que devem ser adotadas nessas ocasiões. Para se evitar tragédias, as pessoas devem tomar algumas precauções antes, durante e depois das precipitações. Não jogar lixo ou entulho em terrenos baldios, bueiros, quintais, córregos ou na rua está no rol de ações simples, mas muito importantes.

A limpeza do telhado e de calhas também faz parte do conjunto de ações preventivas a serem tomadas pela população antes mesmo que as chuvas aconteçam. Já por ocasião das chuvas de grande intensidade, quase sempre acompanhadas de raios, o munícipe deve observar as instalações elétricas, desligando os aparelhos das tomadas para evitar curto circuito nos equipamentos. Outra dica é não se abrigar embaixo de árvores, já que elas podem atrair raios.

Como medida preventiva deve-se evitar sair durante as chuvas muito fortes, mantendo-se atento aos níveis d’agua. Outra dica é manter as portas e janelas fechadas e não se arriscar a atravessar a pé ou com carro em ruas ou em áreas de inundação ou alagadas.

Como há risco de doenças e acidentes, as pessoas não devem permitir que as crianças brinquem na chuva ou enxurradas. E não permitam que elas fiquem sozinhas.

O assessor adjunto da Defesa Civil, Augusto Bandeira, também pede atenção da população nas ações preventivas em caso de chuvas. “Observar trincas, fissuras nas edificações, pois podem indicar problemas estruturais nas residências. A inclinação de postes ou árvores também é um sinal de movimento de massa”, enfatizou. O secretário de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito, Oberacy Emmerich Júnior, também reforçou as dicas. “Não se desesperar, manter o equilíbrio e buscar ajuda da Defesa Civil ou Corpo de Bombeiros”, reforçou.

Em caso de alagamento ou desabamento, basta acionar a Defesa Civil pelo telefone 199 ou 193, buscando a ajuda do Corpo de Bombeiros.
 
Confira as orientações da Defesa Civil

§ Acompanhe os boletins meteorológicos;  
§ Mantenha limpos os ralos, esgotos, bueiros e valas;  
§ Realize a limpeza do telhado, das calhas e verifique a existência de buracos;  
§ Não jogue lixo ou entulho em lotes baldios, bueiros, quintais, nos córregos e na rua;  
§ Reforce muros e paredes que tenham perigo de cair;  
§ Verifique as instalações elétricas, desligue e desconecte os aparelhos elétricos, quando perceber chuvas fortes acompanhadas de raios;  
§ Coloque em lugar alto, móveis e outros pertences, caso sua moradia esteja localizada em área de risco ou em locais sujeitos a alagamentos;  
§ Saiba onde existe um lugar seguro, para um caso de emergência;  
§ Nunca deixe crianças sozinhas.  
§ Evite sair de seu local durante as chuvas, aguarde a intensidade diminuir ou a chuva acabar;  
§ Mantenha-se atento aos níveis da água, procure um lugar seguro ao sinal de qualquer aumento;  
§ Mantenha as portas e janelas da casa fechadas, para evitar entrada de ventos fortes e animais indesejados;  
§ Não deixe as crianças brincarem na chuva ou em enxurradas, há risco de doenças e acidentes;  
§ Não se proteja embaixo de árvores, pois elas podem cair e atrair raios;   Se for levado pelas águas procure se agarrar em algo que flutue;  
§ Não se arrisque em atravessar a pé ou com veículos as ruas e áreas alagadas;
§  Se sua casa estiver em risco de alagamento ou desabamento, chame imediatamente o Corpo de Bombeiros (193) e a Defesa Civil (199).

SERVIÇOS PARA

ACESSO RÁPIDO