Projeto de redução no consumo da iluminação pública

De: Secretaria de Gabinete
Texto: Vandique Magalhães| Foto: Felix Falcão
Criado: 05 de outubro de 2017

A prefeitura vai adotar um projeto de eficiência energética para redução no consumo na iluminação pública do município. Nesta quarta-feira (4), o prefeito Max Filho deu sinal verde para que a equipe de governo estude a viabilidade do novo projeto de iluminação pública para a cidade. O projeto prevê, inicialmente, a substituição das lâmpadas de sódio de 400 watts por lâmpadas de led. Com a proposta, o município deve reduzir em pelo menos 50% o consumo de energia elétrica.

O escopo do proposta de eficiência energética foi apresentado nesta quarta-feira (4) à equipe do governo municipal, pelo assessor técnico do Grupo Cobra, Tadeu Rodrigues Maia. Na ocasião, ele detalhou o projeto que prevê um sistema de gestão e controle da iluminação pública. O sistema vai contar com um software de alta capacidade para gerir as informações recebidas das luminárias individuais, e disponibilizá-las para um centro de controle.

O município de Vila Velha possui 33 mil pontos com lâmpadas, que gera um consumo de 2,5 milhões de quilowatts de energia, com um custo de cerca R$ 1,1 milhão mensais segundo números da Secretaria de Administração. De acordo com o secretário Rafael Gumiero, “a iniciativa qualifica o gasto público. É uma boa proposta para o município”, falou, ao defender o projeto de eficiência energética.

“Temos que estudar a melhor maneira para a formalização de uma proposta que atenda à administração pública”, enfatizou o prefeito Max Filho, ao se referir à adoção do projeto. E continuou: “Isso vai dar um salto de qualidade na iluminação pública do município”, resumiu.

Participaram da reunião o vice-prefeito Jorge Carreta, os secretários de Governo, Saturnino de Freitas Mauro; de Finanças, Evandro Alves Vieira; de Desenvolvimento Sustentável, Idalécio Carone Filho; de Planejamento, Ricardo Santos, e os subsecretários de Turismo, Carlos Von Schilgen Ferreira, e de Comunicação, Alvarito Mendes Filho, além do assessor técnico da TRJ Consultoria em Engenharia, Mauricio Almeida Júnior.

SERVIÇOS PARA

ACESSO RÁPIDO