Circulação de ônibus deve voltar a Pontal das Garças neste sábado (5)

De: Secretaria de Gabinete
Texto: Syria Luppi| Foto: Felix Falcão
Criado: 04 de agosto de 2017

Durante o gabinete itinerante no bairro Pontal das Garças nesta sexta-feira (4), o prefeito de Vila Velha, Max Filho, ouviu demandas dos moradores e respondeu aos questionamentos sobre serviços a serem executados pelo Poder Executivo no bairro. O gabinete foi instalado na Igreja Batista a partir das 9 horas.
   
A líder comunitária Jucimara Santos de Oliveira, moradora de Pontal das Garças há nove anos, disse que a comunidade tem sido bem atendida pela atual administração e reivindicou serviços. “Nossa urgência, depois do nivelamento das vias, é a volta da linha de ônibus que atende ao bairro, que parou no dia 30 de julho”, informou.  De imediato, o fiscal da Viação Praia Sol, que estava na reunião informou que um ônibus quebrou e o sindicato solicitou a interrupção do serviço.
   
O subsecretário municipal da Secretaria da Prevenção, Combate a Violência e Trânsito (Semprev), Andrey Rodrigues, informou que a Coordenação de Trânsito manteve um diálogo permanente com as empresas de ônibus e que a circulação deve voltar a partir deste sábado (05), após os reparos nas vias principais. A moradora e liderança comunitária Elaine Mendonça solicitou rondas da Guarda Municipal, principalmente no período noturno. O subsecretário Andrey Rodrigues disse que a demanda será atendida e em breve a equipe fará uma reunião com os moradores para alinhar ações de segurança.
   
Outra reivindicação, dessa vez da moradora Marlene Siqueira, foi sobre a coleta de lixo. “A empresa está coletando muito tarde”, falou. A técnica da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsu) Walnely Crespo, informou que a empresa Corpus será notificada para informar se há dificuldades na execução dos serviços no bairro. A Prefeitura também pedirá ajustes nos horários da coleta domiciliar.

Alguns moradores reclamaram do valor da taxa que a Cesan está cobrando para fazer a ligação da rede de água às residências. A moradora Marlene Siqueira de Almeida informou que o valor é abusivo, chegando a até R$ 6 mil, e pediu apoio da Prefeitura. Imediatamente, o prefeito Max Filho fez uma ligação para o presidente da Cesan, Pablo Ferraço Andreão. O presidente informou que técnicos da empresa irão ao bairro fazer um levantamento das vias e em até 120 dias haverá um plano de ação pronto para atender à comunidade.

O secretário municipal de Saúde, Jarbas Assis, respondeu a moradores que solicitaram melhorias no atendimento da Unidade de Saúde de Araçás, que recebe os moradores do bairro. O morador Geraldo Horta Silva pontuou que na unidade estão faltando remédios e há médicos faltando plantão sem substitutos. “Vamos verificar a situação sobre falta de médicos, pois há registro de ponto. A substituição é imprescindível e vamos atuar para que essa situação não ocorra mais”, falou Jarbas.

Quanto a aquisição de medicamentos, o secretário informou que a gestão anterior da Prefeitura interrompeu a compra de medicamentos desde meados do ano passado. “Uma nova licitação foi feita e o município está aguardando a entrega dos materiais”, disse o secretário.


SERVIÇOS PARA

ACESSO RÁPIDO