Aula inaugural de cursos profissionalizantes lota Cras de Jardim Asteca

De: Secretaria de Assistência Social
Texto: Érico Miranda| Foto: Claudiano Gomes
Criado: 05 de julho de 2017

A palavra crise é também sinônimo de oportunidade para muita gente. A recessão enfrentada pelo Brasil há quase três anos foi um dos fatores que levou mais de 14 milhões de pessoas a perder seus postos de trabalho no Brasil. Somente em Vila Velha há 30 mil desempregados de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Diante deste quadro, a Prefeitura de Vila Velha, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) promoveu, na noite desta terça-feira (04),  a aula inaugural de 10 cursos profissionalizantes.
 
Nem a chuva ou o frio desanimaram as 450 pessoas (300 alunos e 150 convidados) que participaram do evento realizado no Centro de Referência em Assistência Social (Cras) de Jardim Asteca. Estiveram presentes o prefeito de Vila Velha, Max Filho; a secretária municipal de Assistência Social, Ana Cláudia Pereira Simões Lima; as subsecretárias municipais de Assistência Social, Irisângela Teixeira e Maria Simone Rosa; a coordenadora do Cras de Jardim Asteca, Dijonei Soares; técnicos da Semas; o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Vandinho Leite; lideranças comunitárias da Região 2 e vereadores do município.
 
"Sempre é hora de aprender coisas novas. Passamos por uma crise muito profunda no Brasil, em diversos setores. O mercado de trabalho está com as portas fechadas para milhões pessoas. Mas a crise também traz oportunidades. É o momento de buscar qualificação. Tenho certeza de que desses cursos sairão excelentes profissionais”, afirmou o prefeito Max Filho.
 
Organizada pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), a ação promove o desenvolvimento do Programa de Atenção Integral à Família (PAIF), coordenado pelo Governo Federal. As aulas são oferecidas por meio do Programa “OportunidES”, realizado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti). Cada turma será formada por 30 alunos. 
 
Os cursos são presenciais e terão a duração de 40 horas. Todas as aulas serão ministradas no Cras de Jardim Asteca. São oferecidas formações para porteiro, almoxarife, recepcionista, empreendedor, maquiador, informática e documentos para escritório, linha moda praia, panificação, confecção de bolsas e de doces finos para festas. Os cursos e certificados serão oferecidos pelo Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho. "A Prefeitura de Vila Velha está agindo corretamente ao investir nas pessoas. Somente valorizando o ser humano é que vamos superar esse momento delicado que a economia e a sociedade vivem no Brasil”, declarou a secretária municipal de Assistência Social, Ana Cláudia Pereira Simões Lima.

 

SERVIÇOS PARA

ACESSO RÁPIDO


VILA VELHA EM DIA