Secretário de Obras presta contas na Câmara

De: Secretaria de Infraestrutura, Projetos e Obras
Texto: Priscila Contarini| Foto: Claudiano Gomes
Criado: 20 de junho de 2017
  A prestação de contas do secretário municipal de Infraestrutura, Projetos e Obras, Luiz Otávio Machado de Carvalho, aos vereadores e para a comunidade na noite dessa segunda-feira (19), durante a sessão ordinária do Legislativo Municipal, foi marcada pela apresentação de inúmeras ações, benfeitorias e obras realizadas nos seis primeiros meses da atual gestão.
 
  Em seis meses foram realizadas diversas ações na cidade e outras inseridas em cronograma, para a manutenção das vias públicas e recuperação das vias asfálticas (tapa-buraco); o nivelamento de vias primárias, a manutenção e a expansão da rede de iluminação pública; obras para desobstrução das redes de drenagem; a manutenção das estações de bombeamento de águas pluviais e a realização de reformas em prédios públicos. O secretário citou ainda outras obras contratadas pela PMVV, a exemplo das obras de macrodrenagem e a contratação de novos projetos para atender às secretarias de Educação, de Saúde e Assistência Social.
  
  As estradas vicinais estavam em situação crítica quando a nova administração assumiu a PMVV, em janeiro deste ano. Seis meses depois, a realidade é bem diferente na maioria dos setores. De acordo com a Secretaria de Infraestrutura, Projetos e Obras (SEMIPRO), neste período foram recuperados aproximadamente 80 quilômetros de estradas com patrolamento, contemplando principalmente as estradas das zonas rurais e bairros como Balneário Ponta da Fruta, Ponta da Fruta, Terra Vermelha, Morada da Barra, São Conrrado, Cidade da Barra, Santa Paula I, Santa Paula II, Retiro do Congo, Xuri, Barra do Jucu, Morro da Lagoa e Córrego Sete.
     
  A manutenção das vias públicas e recuperação das vias asfálticas (tapa-buraco), também chamou a atenção, principalmente pela quantidade de buracos apresentados nas vias de todo o município. Trabalhando com planejamento e priorizando o atendimento emergencial nas vias mais danificadas e de maior movimento na cidade, já foram realizados um total de 6.054 atendimentos. Em média, a equipe da SEMIPRO tapa mais de mil buracos/mês e este serviço custa aproximadamente R$ 130 mil à PMVV, mensalmente, destacou Luiz Otávio.
   
  Das ações realizadas no perímetro urbano, o secretário mostrou também a desobstrução das redes de drenagem.  “Até o momento, das 1.103 solicitações que recebemos para a desobstrução das redes de drenagem de Vila Velha, já realizamos um total de 532 atendimentos. Mas ainda existe uma demanda reprimida nesta área, porque a PMVV ficou sem prestar este serviço durante algum tempo. No entanto, planejamos nossas ações de atendimento de forma a priorizar as demandas emergenciais”, explicou Luiz Otávio.
 
   Novos projetos e obras
 
  A realização de novos projetos e obras para atender às demandas das secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social também fazem parte da programação do secretário municipal de Infraestrutura, Projetos e Obras, Luiz Otávio Machado de Carvalho. “Estamos aguardando resposta do Ministério das Cidades ao ofício que enviamos ao órgão no último dia 18 de maio, solicitando alteração do local de construção do CIE (Centro Integrado Esportivo) de Balneário Ponta da Fruta, e também estamos esperando a finalização do processo licitatório de contratação da empresa que vai executar as obras de drenagem e pavimentação da Rua Idalécio Carone, no Bairro Zumbi dos Palmares. Essas obras foram orçadas em R$ 986 mil e serão pagas com a ajuda de uma emenda parlamentar ao Orçamento da União, no valor de R$ 565.957,00”.
 
 

SERVIÇOS PARA

ACESSO RÁPIDO


VILA VELHA EM DIA