A programação do encontro contou com discussões e apresentação de ferramentas de apoio ao trabalho de monitoramento das cidades envolvidas.
 
Alexandra Martinelli, gerente de Defesa Social em Cariacica, falou sobre a experiência da cidade com o monitoramento no Pronto Atendimento de Alto Lage. Implantada no início de fevereiro desse ano, o PA do Trevo possui quatro câmeras em pontos estratégicos que amplia vigilância em um equipamento público de grande procura pela população.
 
O secretário de Defesa Social de Viana, Ledir Porto, apresentou o aplicativo Sentinela para uso em celulares que permite a interação da comunidade como agente de segurança pública. Com a ferramenta, o cidadão vianense pode relatar o delito e a localização exata da denúncia.
 
O gerente de videomonitoramento de Vitória Fabricio Pimentel destacou a importância do uso do Waze - aplicativo de navegação gratuito e em tempo real que tem a maior rede de motoristas do mundo. O aplicativo compartilha informações anônimas do trânsito entre os usuários e também pode ser utilizado como ferramenta de comunicação entre os órgãos públicos e os cidadãos.
 
A grande vantagem é poder oferecer aos condutores uma forma simples e eficaz de comunicação instantânea sobre o trânsito das cidades, favorecendo o deslocamento urbano e reduzindo a saturação de veículos em locais congestionados.
 
Na Capital, operadores do videomonitoramento também utilizam o aplicativo para observar pontos de congestionamento e até acidentes que fogem do alcance de visualização das 120 câmeras espalhadas por toda a cidade. Com a ajuda do Waze, os guardas municipais podem sugerir o envio de agentes de trânsito a esses locais para que aconteçam alterações pontuais no trânsito.
 
Claudinei Alves, analista de Tecnologia da Informação de Guarapari, explicou a importância do sistema GLPI - Gestão Livre de Parque de Informática, que é um software livre inteiramente web que facilita o trabalho de gestão.
 
O secretário-adjunto de Defesa Social da Serra, Igor Bromonschenkel de Almeida, apresentou o Programa “De Olho na Escola”, que monitora 12 escolas públicas situadas em bairros com alto índice de criminalidade.
 
A equipe de Guarapari vai começar o projeto de treinamento em cada município sobre o GLPI. Vitória vai promover uma visita dos gestores do Waze nacional à Grande Vitória para apresentação e implementação do aplicativo nos municípios. O próximo encontro de videomonitoramento vai acontecer em maio, em dia e local a serem definidos.

Leia mais: 
Região Metropolitana: prefeituras discutem integração de videomonitoramento 

MAIS NOTÍCIAS