Para celebrar o Dia Internacional do Direito do Consumidor, nesta quarta-feira (15), o Procon de Vila Velha vai promover uma ação educativa no Shopping Vila Velha. Durante a tarde uma equipe do órgão vai distribuir cartilhas e esclarecer dúvidas de consumidores e lojistas.

Segundo o coordenador do órgão, Carlos Alberto de Barros, a proposta é aproximar o Procon de Vila Velha dos munícipes, prestando orientações e dicas relevantes envolvendo relações de consumo.

“Além de material informativo sobre os direitos e deveres do fornecedor, o Procon vai verificar se os estabelecimentos estão cumprindo a lei, que prevê a disponibilização de um exemplar do Código de Proteção e Defesa do Consumidor (CDC) para consulta e do número de telefone do Procon em local visível. Por ser uma ação pontual, não será lavrado auto de infração, relatou o coordenador de Fiscalização do Procon, Diego Fernandes Coutinho. 

"O consumidor de hoje é diferente de 10, 15 anos atrás. A velocidade e o enorme número de informações disponíveis formam consumidores cada dia mais conscientes, exigentes e conhecedores de seus direitos e é isso que buscamos", reforçou Carlos Alberto.

Funcionamento do Procon
O Procon Municipal funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas e seu funcionamento continuará normal no dia do evento. Os atendimentos são feitos no primeiro andar do prédio. Para os consumidores de Vila Velha, o Procon disponibiliza três formas de agendamento de seu dia e horário para atendimento: pessoalmente, pelo telefone 3391-5990 ou ainda pelo e-mail agendaprocon@vilavelha.es.gov.br. Os agendamentos de qualquer modalidade serão realizados de segunda a sexta, das 8h30 às 16h30. 

Sobre a data
O Dia Internacional do Direito do Consumidor foi criado para proteger e lembrar sempre os direitos do consumidor. Não apenas para ele, mas também para as empresas e países. A origem deu-se no ano de 1962, pelo então presidente dos Estados Unidos, John Kennedy.

Vinte e três anos depois, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) adotou os Direitos do Consumidor como Diretrizes das Nações Unidas, dando, assim, legitimidade e reconhecimento internacional a essa data.

MAIS NOTÍCIAS